Latest News


More

DJ Psicoff

Posted by : A WR on : 0 comments
A WR
Saved under :
A ideia principal do álbum era fazer música eletrônica de uma forma diferente e interativa usando conceito de ARG (Alternate Reality Game), e com elementos underground ou extraterrestres, elementos esses que nós cercam diariamente, mas quase nunca prestamos muita atenção mesmo porque nem sempre conseguimos ouvi-los como explosão solar, ondas de rádio tanto terrestre quanto vindas do espaço, ecos de meteoros ou até mesmo o som do hidrogênio.
Uma coisa levou a outra, venho estudando sobre explosão solar desde 2002, no estúdio de áudio onde trabalhava, ficava perto de uma antena de rádio, e vez em quando captava umas interferências,
foi aí que descobri que aquelas interferências eram provenientes de explosão solar onde são lançadas partículas pela atmosfera da terra podendo interferir em sistemas de telecomunicações e aparelhos
eletrônicos principalmente em satélites, GPSs, linhas de transmissão de alta tensão, só que as interferências soavam interessantes.
A fim de conhecer mais sobre o assunto, procurei alguns técnicos e alguns rádio amadores, e conversando com eles pude descobrir que é normal eles consultarem diariamente um serviço de “Space Weather” um serviço meteorológico do espaço através de dados, para saberem como está a qualidade da comunicação daquele dia, se as explosões solares iram prejudicar ou não. Comecei a me interessar mais, e imaginei como seria transformar esses dados em som usando softwares de sonificação como o Mathematica, e o resultado; você pode conferir ouvindo com o disco Psicoff.
Psicoff & Konkreet Labs. A parte interativa entra como “conteúdo adicional” e deu-se através da convivência com sinais de rádio, uma das principais matéria-prima de composição do álbum, e da parceria com a “Konkreet Labs” empresa com sede em Berlin, Alemanha, que criou o incrível
“Konkreet Performer” um aplicativo para iPad que revolucionou a maneira de controlar um software de música no computador.

KONKREET PERFORMER é um instrumento de controle de música e performance, que foi projetado para usar a tecnologia multi-touch ao máximo. Com um visual futurista e meio “espacial” em vez de faders e botões tradicionais, o usuário tem multi-toques e gestos para manipular e controlar dinamicamente instrumentos e software no seu computador em tempo real.
Alem de ser um usuário compulsivo do Konkreet Performer(KP), tanto ao vivo quanto em estúdio, e atuar como participante do desenvolvimento das versões betas(versões de teste) do KP, o aplicativo me ajudou muito em todo o processo de sound design, composição, manipulação e modulação dos sons e efeitos. Assim veio a ideia de compartilhar essa ferramenta com outras pessoas, de uma forma interativa e divertida.
Cada música do disco contém um promo code(código promocional) do “Konkreet Performer” cortesia gentilmente cedida pela Konkreet Labs􀀁 que "deve ser decodificado", a fim de obter esse incrível app para iPad, os "códigos promocionais" foram codificados através de "Sons de sinais digitais" via ondas de rádio e embutido sonoramente em cada música, é preciso usar um software gratuito como o "FLdigi" a fim de decodificar os códigos.
Link para dowload do FLdigi: http://www.w1hkj.com
O software roda nos sistemas operacionais OS X, Linux, Free-BSD e Windows.

Importante: Hé somente um "código promocional” para cada música, e somente "a primeira pessoa" que decodificar o código e seguir as instruções e os procedimentos regem no código, terá o direito de
baixar o aplicativo "Konkreet Performer 2".
O álbum contou com a produção de Dudu Marote(PRZTZ), que alem de um grande amigo e mestre, é um profissional incomparável que despensa apresentações, e me ajudou a tornar possível todo esse
trabalho - espero todos gostem.

Com grande prazer o projeto do álbum Psicoff tonou-se matéria de estudo para os alunos da “Miame AD School de São Paulo - ESPM”, onde fui convidado a dar uma palestra sobre todo o processo de
criação do álbum, desde quando comecei a me interessar pelo assunto até a conclusão do mesmo, no intuito de dispor e compartilhar meu conhecimento adquirido durante todo o processo criativo
com os estudantes que iram ter o álbum “Psicoff” como projeto final.
Os alunos teram que criar uma experiência em linguagem UX Design(What the #$%@ is UX Design? http://youtu.be/Ovj4hFxko7c) “User Experience Designer” trabalha para tornar a interação com um sistema agradável, simples e significativa. Uma vez que quanto mais agradável for a interação, mais tempo o usuário passará navegando e maiores as chances de retorno para o site, por exemplo. O UX Designer estuda a interação do usuário com um sistema (seja um site, um desktop, uma istalação de arte ou app), avaliando a facilidade de uso, a percepção do valor do sistema, a eficiência na execução de tarefas e assim por diante. Dessa forma o UX Designer não necessita de nenhuma linguagem de programação para fazer o seu trabalho, mas é preciso saber conceitos de ergonomia, usabilidade, arquitetura de informação e navegação.
Claro que os conceitos de UX vão além, e eu levaria bastante tempo falando a esse respeito, mas o que importa ser registrado é que alem de ser uma honra para mim é no mínimo incrível saber que um
projeto que levei “algum tempo” para realizar, sera matéria de estudo de pessoas que possam levar esse projeto ao um outro nível de interação e percepção do que apenas um álbum de música.

O projeto dos alunos da “Miame AD School de São Paulo - ESPM” está em andamento e estou ansioso para ver o resultado final dessa jornada criativa e sera um prazer poder compartilhar essas experiências com todos.
O projeto do álbum “Psicoff” também participa do “hackaday.io” que começou apenas como um site de hospedagem de projetos no início de 2O14 sob o nome de “Hackaday Projects” parte integrante do
hackaday.com.

https://www.instagram.com/p/BCPCMBUGIAK/?taken-by=psicoff
Agora como uma rede social de mais de 1OO.OOO membros virou uma comunidade criativa online que publica vários artigos todo dia que abrangem uma ampla gama de temas sobre projetos, hardwares e softwares hackeados no intuito de compartilhar e trocar experiências sobre todo o processo de execução do mesmo. Um “hack” refere-se a modificações criativas(DIY) de um produto ou software, bem como a criação de algo inteiramente novo, para a conveniência, interação,
funcionalidade ou razões artísticas. https://hackaday.io/psicoff

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Frase do Dia!